7 fatores para considerar ao planejar a gravidez

spot_img

Anúncios

Existem muitos fatores para considerar ao planejar a gravidez a fim de que a mulher possa se sentir mais segura e até mesmo feliz com sua decisão. Obviamente, seria impossível esgotarmos todos os fatores em apenas um conteúdo, por isso, selecionamos algumas reflexões interessantes para esse momento.

Lembrando que não estamos aqui para impor regras, pois a forma como cada mulher vive e enxerga a sua gravidez é algo totalmente único. O que queremos é que você reflita, com base na sua realidade, a fim de planejar uma gravidez de forma mais consciente. Vamos lá?

7 fatores para considerar ao planejar a gravidez

Separamos alguns fatores para considerar ao planejar a gravidez a fim de gerar uma reflexão interessante. Veja só:

1. Você quer ser mãe ou ter um filho?

Essa pergunta pode parecer um pouco vaga, mas pare e pense: quantas mulheres desejam ter um filho, por gostarem da ideia, mas não necessariamente querem viver o papel de mãe? Refletir sobre isso pode ajudá-la a se preparar emocionalmente para alguns dos desafios da maternidade. Afinal, ser mãe é diferente de apenas ter um filho no mundo.

Lembrando que não querer ser mãe não é um problema, ok? 😉 É apenas algo subjetivo que deve ser respeitado!

2. Como será a relação com os outros membros da família?

Se porventura você engravidar, como ficará a dinâmica da família? Você terá o suporte dos familiares para cuidar da criança quando não puder? Pensar sobre isso e sobre a rede de apoio pode ajudá-la a se preparar melhor para esse momento importante.

3. Existe divisão de tarefas dentro de casa?

Dentro da sua casa, as pessoas que moram com você costumam colaborar com as tarefas domésticas e de gestão do lar? Se ainda não, será que não é válido conversar com eles sobre isso antes de ter um filho, a fim de manter uma organização mínima de quem faz o quê?

4. Quais são os seus maiores medos com relação à gravidez?

Pensar sobre os maiores medos com relação à gravidez e conversar com especialistas sobre eles podem deixar você mais tranquila. Por exemplo, se você tem medo do parto, converse com o seu médico para entender como funciona e como se preparar melhor para ele, para que isso não se transforme em um “monstro emocional” durante a gestação.

Caso ainda assim ele se transforme nesse monstro, a psicoterapia para gestantes poderá ser uma boa alternativa.

fatores para considerar ao planejar a gravidez

Pensar bem sobre uma gravidez é um caminho valioso. Foto: Canva.


Você também pode gostar:

5. Como está os cuidados com a sua saúde?

Você tem cuidado da sua saúde física e mental? Será que não vale a pena dar uma olhadinha nesses aspectos primeiro?

6. Existe um planejamento financeiro, mesmo que mínimo?

Sabemos que em se tratando de um filho, não existe previsibilidade exata. Porém, preparar-se financeiramente, mesmo que de uma forma básica, é importante para oferecer mais tranquilidade para si mesma.

7. Você pretende trabalhar ou se dedicar à maternidade integral?

Essa escolha é somente sua, mas vale pensar sobre ela antes, a fim de se organizar para que o caminho escolhido seja percorrido da forma mais tranquila possível. Assim, você pode organizar sua agenda de trabalho ou, então, avisar os gestores de que irá sair do emprego para se dedicar ao seu filho.

Essa escolha é pessoal e deve ser feita com paciência e reflexão. Inclusive, investir na psicoterapia para gestantes, nesse caso, também pode ajudar. Pense nessa possibilidade e boa sorte!

Gostou? Deixe seu comentário no final da página.

Veja o que é sucesso na Internet:

Publicado em

artigos RECOMENDADOS

Aplicativos para Simular Maquiagem

Se você gosta de testar diferentes looks e estilos de make, você está no...

Melhores Apps de Bate-papo e Namoro para Pessoas com Mais de 50 Anos

Encontrar conexões significativas é importante em qualquer fase da vida. Para pessoas com mais...

Aplicativo Manual do Eletricista

No mundo moderno, a eletricidade é essencial em nossas vidas diárias, e saber lidar...