A posse de bola vazia e um Galo amarelo diante do ‘cigano’ Lisca: Atlético se esforça para jogar a “Sula” e será uma tragédiaJogada 10

spot_img

Anúncios

Uma frase repetida durante a temporada e até por nós, em vários momentos do Atlético foi:

” o Galo teve, mais uma vez, mais posse de bola e finalizou muito mais”.

Entre um aperte o “play” e o discurso repetitivo, o Galo de 2022 entrou no marasmo, empurra com a barriga o fim de 2022 e reza para o mundo acabar em “barranco”.

O vexame da última rodada foi a derrota de 1 a 0 contra o Avaí, na Ressacada, na estreia do “cigano” Lisca Doido. Com o mesmo repertório: posse, mais finalizações e marasmo técnico o Galo faz forças para jogar a Sul-americana em 2023.

Atlético desfigurado

Sem conexões, sem ambições, com “balões” para o alto, o Atlético desfigurado perdeu com os mesmos personagens o olhar de respeito pelo time recordista de vitórias em 2021. Na temporada anterior, venceu 52 partidas. Se somar os jogos da temporada 2020, no ano passado, foram 57 triunfos em 86 pelejas, ninguém venceu tanto em um ano, mas também, ninguém jogou tanto. Uma média de um jogo a cada quatro dias. Um absurdo!

Claro, a descarga de adrenalina uma hora iria desencadear problemas físicos e contusões, mas ninguém esperava um Atlético tão “amarelo”, tão apático e melancólico no término de 2022.

Porém, o que irrita é o discurso de “tá tudo bem”. Afinal, o Atlético não tem objetivo, não tem velocidade e não compete em rotação plena para pleitear algo. Um desleixo e uma mensagem de: o “ano passado foi lindo” virou muleta”, inclusive para as coletivas diversas de todos os envolvidos.

Por outro lado, há quem questione salários atrasados, premiações e tente entender o que acontece dentro do ambiente atleticano. Assim apuramos, sistematicamente, semanalmente, informações para tentar entender. As respostas recentes são as mesmas:

“Temos elenco, infraestrutura, salários em dia, boas premiações, excelentes profissionais no setor de medicina, fisiologia e fisioterapia. Os melhores equipamentos, avião fretado, etc e etc. Base do elenco mantida, bom ambiente entre jogadores. Enfim, quase tudo que diz a cartilha para se ter bom desempenho no campo. Rodrigo Caetano e Victor estão todos os dias no CT, vão em todas as viagens, vivem intensamente o dia a dia do clube e os integrantes da diretoria estão em todas as viagens.”

Em contato com atletas do clube, um deles disse o seguinte:

“Sendo sincero, nem eu consigo explicar. Tento buscar essa pergunta no dia a dia e não consigo achar uma resposta”

Ainda não deu liga

O Atlético, segue com Cuca tentando ajustar o “doce” que não deu liga até aqui. Assim, Stival precisará fazer o algo mais para não tornar o 2023 uma tragédia caso não chegue a Libertadores de 2023. Mais uma vez, o desespero bate à porta. Cuca, com aproveitamento de 33% em 10 partidas, afirmou na coletiva pós-jogo:

“Meus números são ruins, não vou deixar estes números, podem me cobrar, vou mexer o doce”

Alerta da Sul-Americana ligado! A Pré Libertadores do Galo corre muitos riscos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Publicado em

artigos RECOMENDADOS

Aplicativos para Simular Maquiagem

Se você gosta de testar diferentes looks e estilos de make, você está no...

Melhores Apps de Bate-papo e Namoro para Pessoas com Mais de 50 Anos

Encontrar conexões significativas é importante em qualquer fase da vida. Para pessoas com mais...

Aplicativo Manual do Eletricista

No mundo moderno, a eletricidade é essencial em nossas vidas diárias, e saber lidar...