‘Alô, Chacho, vamos prosear. Senta aqui, sô, chama a gente pra tomar um café!’Jogada 10

spot_img

Anúncios

Hulk sutilmente manda seus recados. Dono da liderança técnica do elenco, da admiração do torcedor e de números incontestáveis, Hulk manda suas mensagens com muito respeito às hierarquias. Logo após a derrota para o Botafogo no Engenhão, no domingo passado, o atacante do Galo concedeu explicações pacientemente aos jornalistas na zona mista.
Indagado sobre a forma de jogar, com muito zelo pelas palavras e pelo técnico, Givanildo disse que há formas de atuar que facilitam o seu rendimento. Mas que isso é uma escolha do treinador.
Na Cidade do Galo, Hulk concedeu nova entrevista. Desta vez uma coletiva e foi perguntado sobre tudo, inclusive sobre o relacionamento com Eduardo Coudet e ponderou:
“Coudet é boa pessoa. Conversa bastante. E desde o dia que houve aquelas declarações após o jogo contra o Libertad que o grupo se fechou com ele”.
Porém, sobre opinar e demonstrar que algumas coisas não estariam funcionando, Hulk demonstrou respeito à hierarquia. E que o futebol ainda precisa quebrar algumas barreiras de comunicação:
“Quanto a conversar, particularmente, espero que venha do professor chamar a gente e conversar. Tem treinador que não gosta que você opine”.

Chacho, converse

O cuidado de Hulk, mesmo deixando clara a necessidade de diálogo para melhorar entendimentos e performances vem desde a época de Cuca. Na qual, implicitamente ele declarou:
“Por mais experiente que você seja, tem treinador que não é aberto para isso (diálogo sobre estilo de jogo). Tem treinador que passou aqui e a gente não podia conversar com ele e a gente ganhou tudo. Só que a gente se fechava no vestiário. Com o Coudet é diferente, ele conversa bastante, mas tem que partir dele.”
Neste tanto de “toques” sutis, Hulk aproveita com a inteligência peculiar para comunicar-se como pode. Sem ferir as hierarquias, sem jogar contra o treinador, mas dizendo, agora, metaforicamente ao treinador:
“Estamos com você, mas precisamos conversar, há coisas que não funcionam, há uma, um jeito que eu posso te ajudar mais. Nós queremos você, você é legal, mas me ajuda a te ajudar. Vamos trocar uma ideia, Chacho? Bora tomar um café, sô?! Você chama a gente?” (*)
(*)Observação: o último parágrafo é uma percepção do autor do texto, logo, não foram palavras explícitas ditas por Hulk, daí a síntese metafórica do relés escriba deste artigo*.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Publicado em

artigos RECOMENDADOS

Aplicativos para Simular Maquiagem

Se você gosta de testar diferentes looks e estilos de make, você está no...

Melhores Apps de Bate-papo e Namoro para Pessoas com Mais de 50 Anos

Encontrar conexões significativas é importante em qualquer fase da vida. Para pessoas com mais...

Aplicativo Manual do Eletricista

No mundo moderno, a eletricidade é essencial em nossas vidas diárias, e saber lidar...