chuvas e risco de transtornos

Publicidade

Na quinta-feira (11), poucas mudanças são esperadas em relação à distribuição de chuvas no país.

A maior parte das áreas enfrentará tempo instável com pancadas rápidas, irregulares e de baixo volume.

Regiões como Mato Grosso do Sul, São Paulo, sul e leste de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, litoral de Salvador até o Rio Grande do Norte e a faixa norte do país, devido à Zona de Convergência Intertropical, podem registrar núcleos mais intensos de chuva.

É possível que volumes entre 20 e 70 mm sejam registrados nessas regiões, com o risco de transtornos.

Por outro lado, o tempo firme prevalecerá em grande parte do Brasil Central, com sol e calor desde o Mato Grosso até a Bahia.

No Sul do Brasil, uma massa de ar seco avança, garantindo tempo firme em todo o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Ainda há a possibilidade de ocorrência de geadas pontuais e fracas nas áreas altas de Santa Catarina e Paraná, mas as temperaturas começam a perder intensidade gradualmente.

Chuvas continuam

Segundo a previsão do tempo, a semana chegará ao fim com tempo firme no Sul do país, influenciado por uma massa de ar seco e frio.

No entanto, a possibilidade de ocorrência de geadas diminuirá à medida que as temperaturas se elevarem gradualmente, inclusive nas áreas mais altas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Outra massa de ar seco, porém quente, manterá o tempo firme em regiões como noroeste de Minas Gerais, oeste da Bahia, partes de Goiás, sul do Tocantins, nordeste do Mato Grosso e sul do Pará.

Nas demais áreas do Brasil, há possibilidade de pancadas de chuva, especialmente no norte do Amazonas, Roraima, Amapá e Pará.

No Nordeste, uma frente fria chegará, provocando pancadas isoladas de chuva com baixos volumes na metade leste da Bahia.

previsão, chuvas, tempestades, raios - rota dos temporais - trovoadas - raios e rajadas de vento

Popular