Dois irmãos e um menor detidos por corrupção de menores nas redes sociais

Publicidade

  • Uma das vítimas relatou que até altas horas da madrugada recebia ininterruptamente inúmeras mensagens de conteúdo sexual.

  • O menor detido tinha uma função fundamental, sendo ele quem selecionava as vítimas nas plataformas.

EUROPE PRESS Agentes da Polícia Nacional detiveram três pessoas, uma delas menor de idade, em Morón de la Frontera (Sevilha) por suposta participação na prática de crime de corrupção de menores.

A investigação teve início em 4 de novembro de 2022, a partir de denúncia apresentada na delegacia por uma das vítimas, que informou aos agentes os fatos que vinha sofrendo. Nessa denúncia, ele contou que até altas horas da madrugada continuamente recebeu inúmeras mensagens de conteúdo sexual.

Os agentes especializados iniciaram uma árdua investigação em que todas as vítimas, menores de idade, se reuniram em um mesma versão dos eventos.

Após a análise das diferentes provas fornecidas ao caso pelas diferentes vítimas, foi possível identificar completamente os agora detidosque atuavam em conjunto e cada um deles tinha um papel bem definido.

O menor de idade preso tinha uma função chavesendo ela quem selecionou os menores nas redes sociais e os convidou para participar de chats privados.

Se eles concordaram em compartilhar conteúdo gráfico de natureza sexual ofereceu um benefício financeiroembora as vítimas nunca tenham recebido esse dinheiro, mas foi o menor detido que o recebeu, além de enviar o material obtido aos dois homens detidos.

Por todas estas razões, e uma vez identificados os agressores adultos, os dois irmãos procederam a uma entrada e busca em que vários equipamentos informáticos foram intervencionados e eles procederam à sua prisão e foram levados perante os tribunais.

Popular