Entregam carta ao presidente Boric “Por uma lei de patrimônio com as comunidades” | Artes e Cultura

Publicidade

Contexto | catedral de santiago



visitas

Na carta, apoiada por mais de 200 pessoas, autoridades, profissionais, lideranças, acadêmicos e trabalhadores e mais de 100 organizações, pede-se ao presidente Gabriel Boric que inicie consultas cidadãs e uma consulta indígena prévia que permitirá a elaboração, por meio de indicação substitutiva , um novo projeto de lei de patrimônio que altera a Lei 17.288 de Monumentos Nacionais.

Com 308 assinaturas de apoio, recolhidas em menos de 48 horas, a Associação Chilena de Bairros e Zonas Patrimoniais enviou nesta quarta-feira, 10 de maio, uma carta aberta dirigida ao presidente Gabriel Boric Font no Palácio de la Moneda.

Na carta, apoiada por mais de 200 pessoas, autoridades, profissionais, líderes, acadêmicos e trabalhadores e mais de 100 organizações, Pede-se ao Presidente da República que inicie, no âmbito da jornada do património de 27 e 28 de maio, consultas cidadãs e consulta prévia indígena, que permitam a elaboração, por indicação substitutiva, de novo projeto de lei do património, modificando a lei 17.288 dos Monumentos Nacionais.

Na ocasião, estiveram presentes a Associação Chilena de Bairros e Zonas Patrimoniais, José Osorio, Diretor Executivo, e os sócios Mauricio Tapia, Carolina Ilabaca, Hilda San Martín, além da Vereadora de Santiago, Rosario Carvajal e o presidente da Anfucultura, Jorge González San Martín.

carta de entrega
cedido

A carta, que teve amplo e transversal apoio, segue com cópia para Jaime de Aguirre, Ministro da Cultura, Artes e Patrimônio, Alfonso de Urresti, Presidente da Comissão de Cultura, Patrimônio, Artes, Esportes e Recreação do Senado e Carolina Pérez, Subsecretária de Patrimônio Cultural do Ministério da Cultura, Artes e Patrimônio.

Você pode ler a carta completa abaixo

A candidatura pode continuar a ser assinada neste link.

Popular