Estafe de Michael está na Arábia para discutir futuro do atacante

Publicidade

O estafe do atacante Michael está na Arábia Saudita para uma reunião com a diretoria do Al-Hilal, seu atual clube. A pauta a ser discutida é o futuro do jogador, com contrato até junho de 2025 com o clube saudita. A informação é da jornalista Raisa Simplicio, do GOAL.

O atacante brasileiro interessa clubes do Brasil, Ásia e Europa e pode deixar o Al-Hilal na próxima janela de transferências, mas tem interesse em retornar ao seu país natal. O Palmeiras, inclusive, fez propostas pelo jogador, mas não teve sucesso na negociação.

Além do Verdão, Botafogo, Corinthians e Grêmio chegaram a sondar a situação do atleta, mas também não avançaram. No entanto, a situação pode ser diferente agora, já que o clube saudita quer fazer grandes investimentos na próxima janela e já admite negociar o brasileiro para abrir espaço no orçamento.

Recentemente, o jornalista Jorge Nicola noticiou a equipe pediria em torno de 8,5 milhões de dólares (cerca de R$ 45,7 milhões) para vender Michael de forma definitiva. A intenção dos sauditas é, pelo menos, recuperar o investimento feito quando o contratou junto ao Flamengo.

No atual momento, Palmeiras e Grêmio aparecerem como principais concorrentes pelo jogador. No entanto, o Flamengo também pode entrar na briga para ter o atacante de volta.

Popular