EUA aprovam primeiro medicamento oral contra a doença de Crohn – Notícias

Publicidade


A FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos) aprovou nesta quinta-feira (18) o uso do Rinvoq como o primeiro medicamento oral contra a doença de Crohn, em alguns casos graves ou moderados.


O órgão regulador permitiu o uso do medicamento para adultos “que tiveram uma resposta inadequada ou intolerância a um ou mais bloqueadores do fator de necrose tumoral (TNF)”, informou a FDA em um comunicado.



A primeira agência reguladora a aprovar o Rinvoq para uso no tratamento da doença de Crohn foi a MHRA, do Reino Unido, em fevereiro.


De acordo com a FDA, o uso do medicamento pode causar infecções do trato respiratório superior, anemia, febre, acne ou herpes zóster, entre outros problemas.


• Compartilhe esta notícia no WhatsApp


• Compartilhe esta notícia no Telegram


O órgão regulador americano recomenda começar o tratamento com uma dose de 45 mg por dia durante 12 semanas. Depois disso, recomenda-se uma dose de manutenção de 15 mg por dia.


Especialistas detectaram uma melhora significativa nos pacientes que tomaram 45 mg de Rinvoq, em comparação com os que tomaram o placebo em dois estudos que envolveram 857 pessoas.



O medicamento é fabricado pela farmacêutica AbbVie e já é usado para tratar várias doenças inflamatórias.


A doença de Crohn causa inflamação do trato digestivo. Geralmente causa diarreia e dor intestinal, além de perda de peso.

Popular