Isso é futebol e dos bons!

Publicidade

A vitória do Flamengo sobre o Olimpia na primeira partida das quartas de final da Libertadores da América deixou claro o quanto o grupo está disposto a buscar o tri continental. Apesar da enorme superioridade do time brasileiro, em nenhum momento houve relaxamento ou salto alto. O placar de 4 a 1 nem de longe foi fiel ao que aconteceu em campo.

Não seria exagero se a equipe rubro-negra saísse de Assunção ganhando de sete ou oito. Além do enorme apetite ofensivo, os jogadores mostraram solidariedade, o que ficou claro nos gols de Arrascaeta e de Vitinho, com Bruno Henrique e Gabigol deixando os companheiros livres para balançar a rede. Nada de vaidade.

O trabalho de Renato Gaúcho começa de forma avassaladora, em que pese a goleada sofrida por 4 a 0 para o Internacional pelo Campeonato Brasileiro. Dá gosto ver o Flamengo jogar. O time não se acomoda com a vantagem mesmo atuando fora de casa. Quer mais e mais. Isso é futebol e dos bons!

Em pouco tempo, Renato parece ter construído o ambiente perfeito com os jogadores. Brinca e motiva o grupo. Está leve na volta ao Rio e isso é nítido. A classificação às semifinais é pura formalidade. Foi definida na capital paraguaia.

Se o tri vai vir, é difícil dizer. Mas é inegável que o Flamengo tem neste momento o futebol mais bonito e vistoso dos times que brigam pelo título da Libertadores. E Renato tem total mérito nisso. Transformou o ambiente no clube e devolveu a confiança aos jogadores. Gol de placa de quem conhece como poucos a resenha do vestiário e o que mais agrada aos boleiros…

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.



VerMatéria Original

Popular