Libertadores: Atlético-MG vence o River Plate com direito a ‘Lei do Ex’. Nacho decidiu

spot_img

Anúncios

Depois de um primeiro tempo decepcionante, o Atlético-MG foi outro na etapa final e conseguiu uma vitória excepcional sobre o River Plate, na noite desta quarta-feira, na partida de ida das quartas de final da Libertadores, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires. E foi um ex-River que decidiu o jogo, Nacho Fernandes, concluindo uma trama excepcional do Galo no segundo tempo garantiu o 1 a 0. Nacho nem comemorou o tento contra o time que defendeu nos últimos cinco anos e pelo qual ganhou sete títulos. E ele ainda protagonizou o lance mais polêmico da partida, sendo expulso após consulta do árbitro ao VAR.

Veja aqui as atuações do Atlético-MG contra o River Plate

Nacho Fernandes leva a bola ao ataque. Foi dele o gol da vitória do Atlético sobre o River Plate – Divulgação/CONMEBOL Libertadores

O triunfo deixa o Galo numa boa para a partida de volta. Basta um empate no Mineirão na quarta-feira (18/8) que o time garante a vaga para a semifinal (contra São Paulo ou Palmeiras). O River Plate tem de vencer por 1 a 0 para levar o jogo para os pênaltis. Qualquer outro triunfo classificará o time argentino.

Este foi o jogo 100 do Galo em Libertadores: são 46 vitórias, 29 empates e 25 derrotas.

Primeiro tempo

Foi todo do River Plate, Exceto por um lance com Zaracho, todas as boas jogadas foram do River, com Angileri acertando a trave de Everson e Martinez, Romero e Alvarez obrigando o goleiro do Galo a se tornar o destaque do primeiro tempo. Tirando algumas jogadas de Arana e Nacho e alguns lampejos de Hulk, o Galo foi decepcionante

Segundo tempo

O Atlético mudou da água para o vinho. Cuca adiantou Arana e Vargas passou a se movimentar. Com isso o time criou chances. Antes dos cinco minutos, Arana foi ao fundo e cruzou para Vargas perder a chance. Aos cinco, Arana mandou uma bomba que passou raspando, quase depois Vargas recebeu livre e perdeu. Porém, aos 12, veio o gol que fez justiça quando, após jogada pela direita, Hulk ajeitou para Nacho fazer 1 a 0 e nem comemorar o gol sobre o seu ex-time. O Galo mandava em campo e, aos 21, Allan quase fez um gol digno do prêmio Puskás, tocando por cobertura da intermediária e encobrindo Armani. A bola estourou no travessão naquele que seria o gol do ano. No fim, Nacho foi expulso (o VAR confirmou uma agressão). Mas o Galo sustentou a vantagem até o fim.

RIVER PLATE 0X1 ATLÉTICO-MG

Data e horário: 11/8/2021 – Jogo de ida das quartas de final da Libertadores
Local: Monumental de Núñez, Buenos Aires (ARG)

River Plate: Armani; Milton Casco, Paulo Díaz, David Martínez e Fabrizio Angileri; Enzo Pérez, Bruno Zuculini  (Girotti, aos 42′ do 2ºT) e Nicolás De La Cruz (Paradela, aos 22′ do 2ºT) ; Carrascal (Matias Suárez, aos 12′ do 2ºT), Braian Romero e Matías Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo.

Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso  (Igor Rabelo, aos 48′ do 2ºT) e Arana; Allan (Rever, aos 43′ do 2ºT), Jair, Nacho Fernández e Zaracho (Franco, aos 50′ do 2ºT); Vargas (Borrero, aos 43′ do 2ºT) e Hulk. Técnico: Cuca.

Gol: Nacho Fernandes, aos 12′ do 2ºT (0-1)

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN
Auxiliares: Túlio Moreno e Lubin Torrealba (VEN)
VAR: Jhon Ospina (COL)
Cartões amarelos: Díaz, Enzo Pérez (RIV)
Cartão Vermelho: Nacho (ATL, aos 38′ do 2ºT)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Mais de Atlético Mineiro



VerMatéria Original

Publicado em

artigos RECOMENDADOS

Aplicativos para Simular Maquiagem

Se você gosta de testar diferentes looks e estilos de make, você está no...

Melhores Apps de Bate-papo e Namoro para Pessoas com Mais de 50 Anos

Encontrar conexões significativas é importante em qualquer fase da vida. Para pessoas com mais...

Aplicativo Manual do Eletricista

No mundo moderno, a eletricidade é essencial em nossas vidas diárias, e saber lidar...