parceria entre pai e filha faz sucesso no campo

Publicidade

ovos, pai e filha

A colaboração entre um pai e sua filha em Alagoa Grande, Paraíba, é uma inspiração e prova que, com conhecimento e determinação, é possível transformar uma propriedade rural em um empreendimento lucrativo.

Após testemunhar a formatura de sua filha, Laura Cristina Toledo, em Agronomia, Guimarin Sales Júnior se sentiu motivado e decidiu seguir o mesmo caminho acadêmico.

Com o objetivo de expandir os negócios e aumentar a produção de ovos em sua propriedade, pai e filha se inscreveram em cursos técnicos oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

“Encontrei no Senar um grande parceiro. Fiz cursos de técnico de agronegócio e atualmente estou fazendo um curso de fruticultura. Já participei de diversos cursos na área de avicultura. Além dos cursos do Senar, estou estudando Agronomia na Universidade Federal da Paraíba”, afirma Guimarin.

Ao decidir tornar a propriedade produtiva e transformá-la em uma fonte de sustento para a família, Guimarin adquiriu 700 galinhas para a produção de ovos e buscou conhecimento de forma intensa. Desde então, o negócio tem crescido constantemente e agora conta com mais de 2.500 galinhas em sua propriedade.

O crescimento da produção contou com a ajuda de Laura. Ela é responsável pelo gerenciamento dos negócios, realiza atividades de marketing da empresa, coordena pedidos por meio das redes sociais e ainda encontra tempo para participar do Programa CNA Jovem, que promove o potencial de jovens líderes no agronegócio.

Graças ao curso técnico do Senar, a família conseguiu expandir seus conhecimentos e aumentar a produção. Atualmente, eles produzem diariamente 800 ovos, que são distribuídos na região, sendo que 40% da produção é vendida por meio de entrega em domicílio.

Ivanilda Montenegro, uma cliente do serviço de entrega, elogia: “Aqui em nossa casa, consumimos três caixas de ovos por semana. São ovos de qualidade, com boa textura e já higienizados”.

Além de suas atividades na propriedade rural, a família também é ativa no Sindicato Rural de Alagoa Grande.

“Guimarin é um exemplo de produtor que buscou informações e as aplicou no seu dia a dia, em sua atividade, tornando a propriedade produtiva e garantindo seu sustento”, destaca Múcio Monteiro Silva, representante do sindicato local.

Com os resultados positivos alcançados, a família já está considerando expandir os lucros da propriedade rural por meio da diversificação de sua produção. Eles estão estudando a possibilidade de cultivar café arábica e limão tahiti.

Popular