Quase 90% dos espanhóis estão muito ou bastante preocupados com a seca, segundo o CIS

Publicidade

  • Pouco mais de 82% consideram que a ação humana influencia “muito” ou “suficiente” nesta situação

  • 70,7% dos espanhóis modificaram suas práticas diárias para favorecer a economia de água em suas vidas diárias.

EUROPA PRESS / MADRID Quase o 90% dos cidadãos espanhóis Está “muito ou bastante” preocupado com a seca ou falta de chuvae mais alguns 82% consideram que esta situação influencia “muito” ou “bastante” o Ação humanorefletiu esta quarta-feira o barómetro do mês de maio Centro de Investigação Sociológica (CIS).

O enquetefeito para 4.030 espanhóisreflete que a seca ou o falta de chuva ele se preocupa “muito” em 53,1% e para 36,1% “um pouco”, enquanto apenas 10,2% se preocupam com “pouco ou nada”. Especificamente, para 8,1% dos entrevistados ele se preocupa pedaçoem comparação com 2,1% que não estão preocupados com “nada”.

Também o barômetro sociólogo do mês de maio perguntou aos espanhóis se eles consideram que a ação do seres humanosou seja, para o indústriao carroso gasesconstrução ou consumo influencia a seca.

Nesse sentido, 51,3% acham que a ação do homem influencia “muito” nesta seca, algo para el 30,9% influenciam “um pouco”. Nesse caso, a porcentagem de respondentes para os quaiss ação antropogênica influencia “pouco”, até 10,9%enquanto para o 3,8% não influencia “nada”.

E nesta situação, o 70,7% dos espanhóis modificaram suas práticas diárias para ajudar a economizar água em sua vida diária, em comparação com um 29% que não fizeram mudanças.

Dentre as principais mudanças de hábitos, a 68,6% dos cidadãos já passaram da casa de banho ao duche e ele 36,1% procuram fazer uso eficiente de seus aparelhos que usam água, como máquina de lavar roupa ou máquina de lavar loiça.

Popular