Uma semana de provasJogada 10

spot_img

Anúncios

O Galo ganhou, a torcida “jogou”, Hulk e Sasha fizeram golaços, mas o torcedor está “cabreiro”.

O diagnóstico do Atlético é recorrente. O time ataca, tem posse na maioria dos jogos, empurra o adversário, mas falha defensivamente. Contra o Avaí foi um jogo de um time só, mas ainda sim, por falha individual de Otávio, na única finalização ao gol, Morato marcou.

Além das questões individuais, a transição defensiva quando não há retomada rápida da bola no “perde-pressiona”, necessita usar o artifício de cometer faltas táticas e temporizar, favorecer a recomposição do sistema de proteção.

Especificamente no embate contra o Avaí, a primeira etapa foi irritante e sonolenta. O Atlético não acelerava o jogo e apesar de ter a bola no seu domínio, tornava mais confortável a vida do time catarinense que achou seu gol por um “acaso”, mas achou.

O segundo tempo contou com Hulk, Sasha e a Massa que foram decisivos e participativos. A torcida foi na base do “time da virada” e o Atlético conseguiu três pontos que seriam trágicos se ficassem no caminho. A necessidade e a torcida gritando Galo mudaram a atmosfera do jogo que não teve nada de fácil. No fim da peleja, o goleiro Douglas Friedrich foi expulso após uma falta fora da área sobre Ademir, mas o placar não foi alterado. Galo 2 X 1 Avaí e o time disputando a liderança com Palmeiras e Corinthians, todos com 15 pontos na tábua classificatória.

Para domingo contra o Palmeiras, o Atlético terá uma semana para ajustar seu sistema defensivo, jogar um bom futebol e mudar o olhar desconfiado, de soslaio do mineiro, que anda ressabiado com o Turco.
Mohamed pode mudar o ar de desconfiança da Cidade do Galo se encaixar o “bloco”. O olhar cabreiro do torcedor cético pode mudar num estralo. Um bom jogo contra o time de Abel Ferreira pode “virar a chave” para um “bora”, Turco. Um bom resultado contra o Porco é como subir as cotações da bolsa, é diferente, mesmo que ninguém no Brasileirão 2022 esteja dando espetáculo. Por ora, o campeonato nacional é um perde-ganha, ninguém desgarrou, mas há jogos que mudam a “cotação” da bolsa psicológica do aficionado, geram confiança nos vestiários.

Jogo grande muda o ar. Vale a liderança e uma carta de crédito renovada. Vale trocar o olhar ressabiado por um acredito “nocê”, uai.

Arreda eles, Turco!

Jogar bem contra o Palmeiras pode ser um ʽarreda aíʼ

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jogada10.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram Facebook.

Publicado em

artigos RECOMENDADOS

Aplicativos para Simular Maquiagem

Se você gosta de testar diferentes looks e estilos de make, você está no...

Melhores Apps de Bate-papo e Namoro para Pessoas com Mais de 50 Anos

Encontrar conexões significativas é importante em qualquer fase da vida. Para pessoas com mais...

Aplicativo Manual do Eletricista

No mundo moderno, a eletricidade é essencial em nossas vidas diárias, e saber lidar...